Walber fica mais Virgulino e menos Lampião

A nova versão mais paz e amor do deputado estadual Walber Virgulino, do Patriotas, tem chamado atenção de quem acompanha sua atuação nas redes sociais e na Assembleia.

Delegado da Polícia Civil, o próprio Walber não esconde que equalizou sua posição, reduzindo os excessos. O que acaba evitando erros ou eventuais deslizes. Desde sua postura quanto ao apoio ao presidente Bolsonaro, críticas ao Governo do Estado e ataques ao ex-governador Ricardo Coutinho.

O deputado continua firme em seu posicionamento oposicionista na Paraíba, anunciando, inclusive, que está disposto a disputar a prefeitura de João Pessoa contra os candidatos de Ricardo (Coutinho), Luciano (Cartaxo) e João (Azevedo). “Só não serei candidato se Deus não quiser”, declarou.

No entanto, apresenta fala equilibrada. Quanto ao ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) admitiu que o socialista é um nome forte para a disputa. Sobre João, reconheceu que é um bom técnico e que está dando continuidade ao governo de Ricardo, faltando apenas aparecer na política. E sobre Bolsonaro foi mais categórico: “Não vou ficar me oferecendo a ninguém. Não sou bajulador. Apoio Bolsonaro e acho que ele será o maior presidente do Brasil, estando certo em 80% das coisas, mas como todo ser humano está errado em outras coisas também”, declarou Walber.

Em off, ele diz que não tem concordado mais com alguns radicalismos visto entre os bolsonaristas e revela a consciência de que foi eleito muito mais por méritos próprios do que única e exclusivamente pela sombra do Mito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *