Tirando o São João e as eleições, Romero não pensa em flexibilizar em CG

Ao inaugurar um hospital de campanha em Campina Grande e incidência de casos do Covid19 abaixo da média , o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) passa ostentar um número confortável de leitos de enfermaria e de UTI se comparado com a realidade de outras cidades de grande porte da Paraíba, a começar por João Pessoa.

Tanto é assim que o prefeito campinense teme que o povo se sinta à vontade para desrespeitar o isolamento social. Romero reafirma a importância do isolamento social e declarou, em entrevista ao Rede Verdade, da TV Arapuan, que não temo como pensar em flexibilizar as medidas adotadas em Campina Grande, entre elas o fechamento do comércio local.

Em contrapartida, declarou que não tem intenção de declarar “lockdown” na cidade, a exemplo do que pensam os prefeitos da Grande João Pessoa.

Dentro de sua decisão pela manutenção do rigor na questão do isolamento social, Romero abre, por ora, apenas duas exceções. São João de Campina e Eleições 2020. Como ambas ainda estão previstas para outubro, Romero de forma clara diz que aposta na realização dos dois grandes eventos na cidade.

“Não é possível que estejamos nesta situação até outubro”, previu. Que ele esteja certo.

Leia Mais

Pedro revela desejo de nova disputa ao governo e rejeita…

Decisão do PT Nacional em suspender prévias de JP tem…

Bolsonaro, Queiroga e Queiroz terão encontro para discutir chapa em…

A crise que pode implodir o PSB da Paraíba (mais…

Cartaxo revela desejo íntimo: PT sem prévias