Por Mourão, governador da PB já pode se alistar

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, é considerado o principal pilar da moderação no governo Bolsonaro. Preparado e equilibrado, é uma espécie de versão não polemizada do pensamento bolsonarista.

E seu principal advogado. Demonstrou isso claramente na entrevista concedida nesta segunda, 21, ao Frente a Frente, da TV Arapuan.

Dentre tantas coisas que disse, entre elas a de que estaria disponível para dar apoio à candidatura a prefeito de João Pessoa, apoiada pelo seu partido, o PRTB, neste caso, o ex-senador Cícero Lucena, o General fez um elogio ao governador João Azevedo que chamou atenção.

Falando sobre a postura do governador da Paraíba, que foi eleito no palanque oposicionista a Bolsonaro, Mourão foi direto: “A postura do governador João Azevedo é a melhor possível”.

Ou seja, nada daquela relação beligerante que ainda se estendeu em 2019, no primeiro ano de 2019.

Um elogio é sempre um aceno para o amadurecimento de uma relação.

Afinal, como se diz, ninguém se defende de um elogio.

Cabe a João avaliar o cenário político e perceber em que campo realmente ele pode fundamentar suas bases.

Na esquerda propriamente dita, João não transita. Acena, mantém o diálogo. Mas não está na sua essência de fazer político. Neste campo, ao contrário, transita é um de seus principais adversários políticos, o ex-governador Ricardo Coutinho.

Não seria a hora de João, que está apoiando uma candidatura em João Pessoa de um partido do Centrão, começar a repensar sua posição em nível nacional?

E procurar firmar-se, como governador, num campo em que ele pode passear melhor?

O prazo de alistamento está aberto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *