Efraim, um coringa pro Senado

Sejamos diretos. O deputado federal Efraim Filho tem uma característica que nenhum outro pretenso candidato ao Senado tem. Ele se encaixa em qualquer grupo político. Ou melhor, em qualquer chapa.

Na chapa do governador João Azevedo, onde ele insiste em querer estar, mas também na chapa dos Cunha Lima, de Lígia Feliciano ou dos bolsonaristas. E até numa eventual chapa Veneziano Vital do Rego, caso o senador se lance na disputa ao governo.

Nem Aguinaldo Ribeiro, nem Ricardo Coutinho, nem Bruno Roberto conseguem ou tem disposição para ser total flex. Cada qual trabalha com um objetivo específico, não dando sinais de que estariam abertos para tantas opções.

Efraim sabe disso. E a classe política também. “Tem gente da oposição torcendo para que João (Azevedo) escolha Aguinaldo (Ribeiro) para senador, para que eu possa compor outra chapa”, foi o que revelou com toda fleuma do mundo no Frente a Frente, da TV Arapuan.

Essa pluralidade de opções rende a ele a tranqüilidade de continuar avançando na sua meta sem ser fragilizado pelo silêncio  – para não dizer indiferença – do governador João Azevedo quanto a sua pretensão. Não fosse isso, seus apoiadores já teriam considerado sua idéia de ser senador um projeto falido. Mas ao contrário quanto mais silêncio João faz sobre a composição de sua chapa, mais Efraim avança com apoios para o Senado. É a capacidade de ser de um e de todos, ao mesmo tempo, que o garante nessa condição.

E faz tudo isso defendendo o governo João e sem esconder que espera verdadeiramente ser o escolhido.

Apesar de ter todas as cartas numa só.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *