Depois da cadeira de Bruno, vaga de vice de Romero é o cargo mais cobiçado em CG

Mais um pouquinho e será preciso entregar ficha entre os pretensos postulantes à vaga de vice-prefeito numa eventual chapa de Romero Rodrigues (Podemos) à prefeitura de Campina Grande.

Movimento inversamente proporcional, inclusive, à ausência de discussão sobre a vaga de vice do atual prefeito Bruno Cunha Lima, conforme lembrou-me competente observador da cena política local.

Já sobre a vice de Romero sobram opções. O Republicanos de Hugo Mota revelou publicamente a intenção apontando que o partido foi o primeiro a defender o nome do ex-prefeito. O PSB já havia revelado interesse semelhante após encontro do secretário da Saúde do Estado, Jhonny Bezerra , com Romero. E os Ribeiro, que inclui PP e PSD, apesar de não revelarem publicamente, também não vão quer ficar de fora dessa escolha.

E até o aliado de primeira hora de Romero, o deputado estadual Tovar Correia Lima, nos bastidores está de olho neste movimento.

O fato é que, depois da cadeira do prefeito Bruno Cunha Lima, a vaga de vice de Romero é um dos espaços mais cobiçados de hoje em Campina Grande. E, dependendo dos desdobramentos, pode até gerar um racha na base governista.

Mesmo que o objeto cobiçado, por ora, seja apenas uma miragem…

 

Leia Mais

João e a difícil tarefa de dizer não

Hugo Motta escolhe o pior dos temas para ser conhecido…

Pedro revela desejo de nova disputa ao governo e rejeita…

Decisão do PT Nacional em suspender prévias de JP tem…

Bolsonaro, Queiroga e Queiroz terão encontro para discutir chapa em…