Com 50 mil votos em JP, Walber nega apoio a Cícero e Nilvan e desabafa: “Se brincar, saio para governador!”

Quarto colocado na disputa pela prefeitura de João Pessoa, o deputado estadual Walber Virgulino não está nem um pouco desanimado com a política. Nem com o seu futuro.

“Se brincar, eu saio para governador”, declarou em alto e bom som, ao analisar seu desempenho nas urnas na capital paraibana.

Com 50 mil votos, a maioria esmagadora nos bairros das classes A e B, Walber disse que as máquinas chegaram nas classes menos abastadas.

Além disso, ele culpou o IBOPE divulgado na noite do sábado. “Safadeza o IBOPE fez comigo”, disse. O IBOPE trouxe Walber em sexto colocado.

Apesar da revolta, ele disse que se mantém de pé para novas disputas. E confirmou que já disse aos seus vereadores. Não votará em ninguém no segundo turno. “Já me ligaram, mas eu não atendo”, revelou, sem querer confirmar se foi Nilva Ferreira ou Cícero Lucena, ambos eleitos para o segundo turno.

Na disputa pela prefeitura de João Pessoa, Walber teve pelo caminho alguns percalços.
O primeiro deles foi o fato do presidente Jair Bolsonaro não ter abraçado publicamente sua candidatura ao dizer que não iria embarcar em candidatura alguma no primeiro turno das
eleições municipais.

Depois, o fato de ter ficado com apenas segundos de tempo de televisão
no Guia Eleitoral.

E ainda de ter, na opinião de alguns potenciais eleitores de sua candidatura,
se limitado a “bater muito e apresentar poucas propostas”.

Apesar disso, seu voto foi dado em segmentos que estavam convictos
de sua candidatura, e que dificilmente permitiam discutir outras opções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *