A frieza do PDT

Se for pelo entusiasmo do presidente do diretório nacional, Carlos Lupi, e pelos apelos verbais da vice-governadora Lígia Feliciano, o governador João Azevedo jamais se filiará ao PDT.

Lígia e família mantêm silêncio sepulcral sobre o tema. E o presidente nacional do PDT, ao falar hoje ao Arapuan Verdade, da Arapuan FM, revelou pouquíssimo empenho neste sentido.

Ele negou que estivesse rolando um assédio ao governador, declarou não saber de convite algum formulado a João e ainda afirmou que o assunto só pode prosperar com aval da vice-governadora do Estado.

Em dez minutos de conversa, não se ouviu de Lupi um sinal sequer de que o partido esteja se esforçando para ter o governador em seus quadros.

Por ora, o tal “assédio” do PDT está igual a anfitrião que bota vassoura atrás da porta e diz para o hóspede: “Vai agora não”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *